A pele negra precisa de filtro solar, sim! Saiba como deve ser a proteção desse tom de pele

Vestibulum commodo volutpat laoreet
8 de maio de 2014
Melasma: saiba o que é essa mancha na pele, os tratamentos, e se há possibilidade de cura e prevenção
27 de abril de 2017
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Apesar de possuir maior quantidade de melanina, a pele negra exige sim cuidados diários para mantê-la protegida das radiações. Dessa forma, é possível evitar o surgimento de manchas que também são comuns nesse tom de pele. Para entender melhor como essa proteção deve ser feita, o DermaClub conversou com a dermatologista Katleen Conceição, do Rio de Janeiro, que explicou as características e peculiaridades típicas. Confira!

Como é a pele negra: conheça algumas das suas características principais

Entre as contribuições da genética, a pele negra envelhece mais devagar. “A fibra colágena desse tom de pele é mais densa, com maior dificuldade de degradação”, contou a dermatologista. Em contrapartida, possui maior quantidade de glândulas sebáceas, o que aumenta a sua tendência à oleosidade. Ainda assim, ela pode ser normal, mista, seca e oleosa, sendo essa última a mais comum.

Saiba como proteger a pele negra da exposição solar

Naturalmente, a pele negra possui um fator de proteção solar, que a torna mais resistente à exposição ao sol. No entanto, essa mesma característica colabora para o surgimento de manchas. “Por esse motivo, recomendo no mínimo FPS30, considerando o fator já existente”, explicou Dra. Katleen. Além disso, proteger a pele da exposição solar é fundamental para prevenir o câncer de pele que atinge a todos.

Você sabe quais são os principais problemas enfrentados pela pele negra?

Se, por um lado, a resistência à degradação do colágeno retarda o envelhecimento; por outro, favorece o surgimento de alguns distúrbios dermatológicos. “A pele negra apresenta maior facilidade à queloide e à hiperpigmentação”, indicou a dermatologista. Além disso, a exposição solar intensa pode trazer outros problemas para esse tom de pele, que, de acordo com a Dra. Katleen, podem ter como consequência o melasma e hiperpigmentação pós-inflamatória.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Vote nesta página!
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Você também pode gostar